Lola e Julio. Foto – Globo.

Em Éramos Seis, Lola (Gloria Pires) toma um susto ao encontrar o seu marido, Júlio (Antonio Calloni), desmaiado e com o frasco de remédios vazio. Logo, ela teme pelo pior, ainda mais por se recordar da previsão assustadora que ouviu de uma cigana.

“Júlio, acorda, homem! O que você fez? Tomou o vidro todo do remédio? Está com tanta dor assim? Minha nossa. Vou chamar um médico”, diz Lola. “Que chamar médico… Tive uma crise. Deu umas pontadas mais fortes, passou”, reage Júlio.

Cuidadosa e preocupada, Lola então avisa que não permitirá que ele durma e manda Julio levantar. Aflito, ela diz que quer ir para o casamento do seu patrão, mas Lola desconfia que essa não seja uma boa ideia.

Veja também – Bom Sucesso: Sexo quente de Paloma e Marcos quebra cama recém-construída

“Eu disse que vou, pega mal não ir. Eu vou. Até a hora de ir estarei ótimo, pode deixar”, responde Julio, ignorando o mal estar. Lola então recomenda que ele tome um banho e Julio acata a sugestão.

Resmungando, o vendedor de tecidos pede que sua esposa não faça uma tempestade por causa do ocorrido. “Com remédio não se brinca. Tem que ter juízo, não pode fazer as coisas pela sua cabeça”, rebate Lola. “Parece minha falecida mãe reclamando de mim”.

“Dona Marlene, que Deus a tenha, sabia bem o filho que tinha… Entra no chuveiro, vai, se não melhorar, não pode ir pra festa, pronto”, diz a matriarca da família Lemos, que ainda promete fazer uma sopa para ele. Com informações do Observatório da Televisão.

Vale dizer que Julio deve morrer no mês que vem, vítima de complicações de uma gastrite grave e mal tratada.

Ouça músicas ilimitadas e totalmente grátis no NP PLAY